• O Navegante Silêncioso •

Como se um olhar não bastasse. .
Como se nele não encontrasses…
A minha alma em pedaços..
Procura-me, mas encontra-me..
Porque procurar, não chega!
Tens de me encontrar.
Puxa o melhor que há em mim
O meu riso, o meu olhar
Limitas-te a espreitar..
Mas não te renegues a amar!
Ama-me..
Tens de me conhecer nos promenores..
Nas virtudes, e nos defeitos..
Porque é nos defeitos que se vê, se és bom navegador!
Navega-me intensamente..
Faz-me vir a cada puxar de corrente..
A cada onda brotada de força..
Faz-me vir incondicionalmente..
Se o maestro da minha orquestra..
Confessa!
Também o sentes..
Amor.. esse está sempre presente!
Mas na tua confissao..
Não esqueças de mencionar o que é para ti amar, e o que é usar.
Ama-me..
Mas nunca me uses..
Porque se de outra forma se tratar..
Não terei força para aguentar!
Quebrarei o que de melhor há..
Mas jamais manipules o sentimento.
Não deixes á deriva o que de bom há!
O presente, só de nós dependerá!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s